O Futuro da Humanidade

humanidade_terra

O Futuro da Humanidade

Robert E. Daniels, FRC

Muitos escreverem coisas pessimistas sobre o futuro da nossa civilização, sua luta e sua conturbação e apontam o declínio da raça humana. Um ponto de vista oposto é o de que o Cósmico tem um plano para o futuro do homem, que não pode falhar. Obviamente, ambos os pontos de vista não podem estar certos; um, de que a espécie humana está em declínio; e o outro, de que a humanidade tem um destino decretado pelo Cósmico, que não pode falhar.

Do ponto de vista do materialista, a humanidade está enfrentando muitos problemas: escassez de recursos naturais, aumento de população, combinados com o domínio de várias nações armadas dos meios capazes de aniquilar a humanidade e competindo pela supremacia. Mas, quando permitimos que as influências das forças espirituais se expressem a favor da humanidade, vemos que todas as condições, por desesperadoras que pareçam, podem ser modificadas para melhor.

Forças cósmicas estão sempre trabalhando pela elevação dos homens e das nações e, desde que as permitamos atuar em nossa vida, consideráveis mudanças podem ser provocadas rapidamente e qualquer situação pode ser transformada numa situação mais construtiva e benéfica. O Cósmico tende para a segurança individual, a confiança perfeita e o amor universal. Aqueles que se dedicam à vida espiritual são o meio pelo qual o Cósmico pode levar a efeito estas condições, porque eles se tornam os instrumentos para o Cósmico manifestá-las por todo o mundo, bem como em nossa vida individual.

Todos conhecemos o poder de pensamentos positivos e, quando nos tornamos receptivos à inspiração Divina e irradiamos pensamentos construtivos para pessoas e situações problemáticas, ajudamos as forças cósmicas a promover as necessárias mudanças. Com nossos pensamentos, conservamos em mente a situação que precisa ser modificada e, encarando as condições com compaixão e compreensão, rogamos aos poderes cósmicos que tragam uma condição de harmonia a essa situação. Não devemos subestimar nossos próprios poderes e faculdades para apelar ao Deus do nosso coração pelo aprimoramento da humanidade e a elevação do homem. Não há limites para o que podemos alcançar, desde que nos decidamos a trabalhar em prol de outrem pelo uso de nossos bons pensamentos. Podemos nos tornar conscientes colaboradores do Cósmico e fazer o que possamos para promover um mundo novo e melhor para todos viverem.

Vemos, portanto, que o declínio da espécie humana só pode ocorrer se nós, e os milhares de outros indivíduos dedicados à vida espiritual, negligenciarmos nossa responsabilidade de trabalhar pelo soerguimento da humanidade. Pelo uso correto e consciencioso de nossos poderes espirituais em desenvolvimento, e pelo emprego de bons pensamentos para apelar aos poderes cósmicos, podemos criar as condições de que o mundo necessita. Podemos perceber, portanto, que temos a grande responsabilidade de fazer o que nos seja possível pelo mundo em que vivemos. E é também um grande privilégio estarmos aptos a participar da grande obra, cooperando com o Cósmico na tarefa de criar um mundo ideal para todos, onde a segurança individual, a confiança perfeita, e o amor universal, sejam direitos de nascença de todo mundo.

Os Rosacruzes de todas as épocas usaram seus pensamentos visualizados e ajudaram a promover mudanças na sociedade, cooperando assim conscientemente, com o Cósmico. Através da misteriosa operação das forças cósmicas, as condições sociais mudam para melhor. Devemos nos ater firmemente à ideia de que nossos poderes mentais concentrados, trabalhando em cooperação com os poderes superiores do Cósmico, podem fazer nossa sociedade progredir. Embora pareça estar ocorrendo um declínio em vários aspectos da vida humana, ele é um necessário prelúdio para um novo alvorecer, que há de se manifestar para a espécie humana.

“O supremo valor da vida não está na riqueza, nem no conforto, nem na fama; nem mesmo na felicidade e, sim, no serviço. Nada finalmente conta, exceto o serviço, e isto sempre conta. ” – Alfred M. Martin

Compartilhar/strong> Artigo

Sobre o Autor

Comentários

Comments are closed.