A Lei do Amor

lei-do-amor

A Lei do Amor

Excerto livro “Leis Espirituais que regem a Humanidade e o Universo” de Lonnie C. Edward

Deus do meu coração, Deus da minha compreensão, Pai e Mãe de todas as almas. Vosso Amor, que está acima e além da terra, é como o Amor que eu percebo em toda a humanidade – indizível e ilimitado. Concedei-me Vosso Olhar, para que eu possa ver o Amor que está dentro de cada indivíduo. Cerrai meus olhos humanos, cuja tendência é ressaltar as impurezas de meus irmãos e irmãs, embora, assim fazendo, apenas reforço a minha própria imperfeição. Se eu for capaz de ver o Amor que está dentro de meus irmãos e irmãs, serei capaz de ver e sentir Vosso Amor que está dentro de mim, pois eles são o mesmo e único Amor – Vossa Imagem Divina. Somos todos uma só Imagem Divina de Vosso reflexo. Assim seja!    

A Lei do Amor é uma das leis espirituais ou cósmicas que regem a humanidade e o universo. Ela é a lei fundamental da criação. Uma ideia relativa ao propósito da Lei da Evolução e ao propósito da vida é a de aumentar nossa capacidade de amar. O Amor Divino habita dentro de todas as pessoas. Ele é a essência subjacente que determina a qualidade de nossa compreensão da vida e da beleza. O propósito da vida visa a que o Amor Divino domine nossa inteligência. A inteligência divina, então, une-se à Sabedoria Divina.

A Lei do Amor é pouco compreendida e pobremente praticada. O Mestre Jesus enunciou essa lei para a humanidade quando nos incitou a amar nosso próximo como a nós mesmos. Ainda não compreendemos profundamente nem praticamos sinceramente esse ensinamento. Devemos despender esforço e tempo para contemplar o significado dessa lei de uma perspectiva espiritual e prática, a fim de que a alma revele sua sabedoria. Quando amamos somente aqueles que nos amam, ou quando damos amor somente àqueles de quem esperamos receber amor em troca, nossa consciência é dominada por um estado de egoísmo. Nosso criador nos destinou a amar incondicionalmente. Essa lei espiritual nos incita a amar os outros porque dentro de cada pessoa está o amor de Deus e uma alma divina que é essencialmente perfeita. Essa mesma alma e esse mesmo amor de Deus estão igualmente dentro de nós e nos unem.

Há mais de dois mil anos, o Cristo ensinou um amor altruísta. A fim de evitarmos os efeitos do egoísmo e a desarmonia, devemos nos perguntar frequentemente: “Estou realmente vivendo e amando o máximo que posso? Estou buscando receber o amor incondicional de Deus e irradiando este amor para o meu ambiente? Estou procurando amar incondicionalmente e irradiando este amor para todos aqueles com quem trabalho, convivo e entro em contato?”. Como estudantes de uma senda espiritual e mística, não procuramos mais criticar, ressentir e odiar ou usar nossos poderes para fins egoístas. Essa atitude permite que nos ofereçamos como faróis da luz e do amor de Deus.

A intenção que sentimos vir de nossa alma é a de tornar nossas relações interpessoais inofensivas. Quando vivemos e pensamos a partir da nossa mente superior – nossa mente espiritual – as vibrações resultantes purificam nosso ambiente e criam uma morada de harmonia em nossos grupos e organizações. O amor por nosso grupo e organização suplanta todos os desejos pessoais ou egocêntricos. A Lei do Amor é o poder ilimitado pelo qual regemos o destino de nossas vidas. Pois ele é o mesmo poder pelo qual Deus rege o destino do universo.

O amor presta um serviço cósmico que só pode surgir de um coração de pura boa vontade. O amor nos inspira a ser mais tolerantes, amáveis, atenciosos, generosos e respeitosos. Ele também nos impede de tentar moldar um outro ser à nossa própria imagem. Em vez disso, o amor gera o desejo de ajudar o outro a se tornar o melhor de si mesmo, o seu eu superior. O ideal de nosso amor evolui e traz consigo a percepção de Deus em tudo o que é belo. Ele traz uma percepção maior de Deus. O amor se torna um arco-íris, trazendo esperança para os céus nublados da vida, quando nossos ideais são semelhantes a Deus.

Compartilhar/strong> Artigo

Sobre o Autor

Comentários

Comments are closed.